4 passos simples para criar uma loja virtual no WordPress

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on Twitter

A Bluehost se dedica a ajudar proprietários de pequenos negócios estabelecer seus blogs do WordPress e criar conteúdos envolventes, que apareçam no topo das buscadores como o Google. Mas para aqueles que querem criar um site de e-commerce, o processo pode ser um pouco mais intimidador – especialmente para aqueles que estão começando agora no mundo do varejo on-line.

Ainda que você não tenha uma grande habilidade em programação, ou não esteja bem familiarizado com todos os jargões do mundo das vendas, com seus produtos ou serviços on-line, ainda é possível construir uma grande loja virtual e conectar-se com os consumidores em todos os lugares seguindo apenas alguns passos simples.

Como montar sua loja virtual no WordPress

Passo 1: Escolha seu serviço de hospedagem

Caso ainda não tenha um parceiro de hospedagem confiável, este é um ótimo lugar para começar. Com um serviço de hospedagem de site completa como a Bluehost oferece, você vai poder obter um nome de domínio e escolher o pacote ideal para seus objetivos de negócios.

Na mesma hora em que escolher seu serviço Web, você também precisará decidir se deseja usar uma extensão-padrão – como .com ou .net – ou um novo Domínio Primário (“Top-Level Domain”, ou TDL), como .cafe ou .BAR. Tenha em mente que seu domínio é mais do que apenas um nome on-line – este nome pode influenciar sua credibilidade e seus status competitivo por muitos anos.

Passo 2: Escolha sua plataforma de E-commerce

Magento, Shopify e WooCommerce são algumas das plataformas de e-commerce recomendadas por vários especialistas em tecnologia.

Caso decida usar uma solução de negócios on-line com que exija uma hospedagem, como é o caso do plugin de WordPress WooCommerce, você pode simplificar o processo de configuração adquirindo hospedagem e domínio com o mesmo fornecedor. Procure opções intuitivas, adaptáveis ​​e escaláveis ​​para que o software possa acompanhar o crescimento do seu negócio, em vez de ter de mudar de plataforma cada vez que sua base de clientes se expandir ou quando você adicionar itens ao seu portfólio de produtos.

Levando-se em consideração que 39 por cento de todas as lojas on-line usam o WooCommerce (mais do que qualquer outra plataforma), fica óbvio que eles sabem o que estão fazendo quando o assunto é ajudar varejistas on-line a gerir seu inventário. O WooCommerce já vem com PayPal, Bankers Automated Clearing Services (BACS) para as funções de débito direto, crédito e pagamento em dinheiro mediante a entrega. Caso queira escolher outro gateway de pagamento, eles oferecem diversas extensões. Também é fácil ajustar seus métodos de entrega.

Passo 3: Monte seu novo site de e-commerce no WordPress

Pelo fato de não ser necessário habilidades de programação ou muito tempo para montar uma loja de varejo on-line com o WooCommerce, recomendamos essa solução para os proprietários de pequenas empresas. O WooCommerce é um plugin do WordPress.

Veja como instalá-lo:

  • Faça login no WordPress e acesse o painel Administração.
  • Selecione “Plugins” e depois “Adicionar novo”.
  • Procure por WooCommerce – basta digitar o nome completo e pressionar “enter”. Você pode visualizar especificações, como as classificações e a descrição, caso queira mais informações antes de instalar o software.
  • Se, depois de analisar os detalhes, tiver certeza de que esta é a solução de software para você, clique no botão “Instalar agora”.
  • Responda a mensagem pop-up “Sim”.
  • Aguarde. O WordPress concluirá a instalação. Você receberá um aviso na tela quando a instalação estiver concluída.

É simples assim. O assistente interno vai orientá-lo passo a passo para que você não perca nenhuma página essencial, tais como as páginas de produtos e sobre as informações de remessa e de impostos.

Depois de instalar o plugin, você terá a opção de configurar e criar as páginas que precisar.

Crie suas Páginas
Criar páginas é tão fácil quanto clicar em “Continuar”.

Configure o local da loja
Depois de criar páginas, defina sua localidade para que o sistema possa exibir informações nos de maneira apropriada. Neste passo você responde perguntas básicas sobre moeda e idiomas de medidas (ou seja, quilos ou libras, dólares ou euros, além de diretrizes relacionadas à dimensão do pacote para compradores nacionais e internacionais).

Configure remessas e impostos
As telas de remessa e impostos permitem definir os valores referentes a impostos e as políticas de remessa e manuseio, incluindo quaisquer limitações nacionais/internacionais relacionadas à venda de produtos. Caso não saiba bem quais são os valores ferentes aos impostos, não esquente a cabeça. O WC tem um recurso intuitivo que oferece sugestões com base na sua localidade, e você sempre pode voltar e ajustar os detalhes depois.

Configure os gateways de pagamento
É aqui que você estabelece quais gateways de pagamento você vai disponibilizar aos seus clientes. Você pode selecionar opções-padrão como COD, transferência bancária e Paypal, ou opções de pagamento não tradicionais, instalando complementos imediatamente ou mais tarde.

E está pronto! Neste ponto, você pode pedir que o WooCommerce defina os dados do produto e gere suas primeiras páginas de produto ou ainda adicionar produtos individuais manualmente. Recomendamos que você revise este artigo com informações práticas caso esteja planejando construir suas próprias páginas de produtos ou caso queira dar uma olhada nas fotos das páginas do assistente antes de iniciar o processo de integração.

Passo 4: Personalize sua loja de E-commerce

Instalar o software significa que você “construiu” oficialmente uma nova loja on-line, mas não pare por aqui. Agora é a hora de personalizar sua loja para oferecer conteúdo de alta qualidade e uma experiência de usuário surpreendente e incrível para impulsionar as vendas.

Confira os seguintes recursos para conhecer dicas e sugestões que irão ajudá-lo a montar sua loja para atrair – e converter – um fluxo constante de clientes.

  1. Teste todos os links – todas as cores e efeitos especiais serão inúteis se os usuários do site não puderem navegar sem problemas até a página de pagamento.
  2. Considere o uso de produtos que promovam o site, como o WC Showcase, que vai ajudá-lo a fazer com que o seu site se destaque num mar de concorrentes.
  3. Ferramentas que impulsionam tais como Like to Know.it , que direcionam os usuários do Instagram para o seu site. Não está familiarizado com esta ferramenta de marketing? Assista este pequeno vídeo que explica o básico em menos de 2 minutos.
  4. Mais de 8 em 10 consumidores confiança mais em reviews online do que em referências e recomendações de amigos e familiares. Faça com que seus consumidores deixem comentários no seu site e compartilhem seu conteúdo de maneira fácil.
  5. Adicione botões de mídia social ao seu site. A Pew Research descobriu que quase 75 por cento de todos os adultos online usam as mídias sociais diariamente. O Twitter tem mais usuários ativos do que toda a população da Brasil. O Facebook tem quase tantos usuários quanto a população da China (cerca de 1,37 bilhões de pessoas).

Deixe os especialistas Bluehost ajudá-lo

Embora instalar o software de e-commerce leve apenas alguns minutos, personalizar sua presença on-line é um esforço contínuo. Se você procura um parceiro para orientá-lo no processo, chame a equipe Bluehost. Explicaremos sobre a soluções de software de e-commerce para ajudá-lo a alcançar seus objetivos de negócios.


Esse artigo foi originalmente publicado no blog da Bluehost US.

Megan Hendrickson

Megan Hendrickson é gerente de conteúdo da Bluehost. Ela se apoia  em mais de uma década de experiência editorial – e um período em uma das melhores escolas de negócios do país – para escrever sobre tecnologia, pequenas empresas e marketing para o blog Bluehost.