6 passos para aprender a programar

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on Twitter

Você pode ler e escrever, certo?

Até por estar lendo esse texto, há grandes chances que sim.

Próxima questão: você pode ler e escrever códigos?

A maior chance é que não.

Mesmo em um país onde a cultura digital é mais difundida, como os Estados Unidos, apenas um por cento das pessoas é programador profissional. Mas, para os 99% restantes, aprender a programar pode ser quase tão importante como a boa leitura, escrita e aritmética. Pelo menos, Steve Jobs pensava assim. O cofundador da Apple disse em 1995: “Acredito que todos neste país deveriam aprender a programar um computador porque isto ensina a pensar”.

Muitas outras pessoas e organizações entraram no hype de aprender a programar: Em 2013, uma organização sem fins lucrativos chamada Hour of Code lançou uma campanha para incentivar as pessoas a começar a aprender a programar, com o apoio da Apple, do presidente Barack Obama, do fundador da Microsoft Bill Gates e do fundador do Facebook, Mark Zuckerberg. Em 2014, a Inglaterra adicionou habilidades de programação ao currículo nacional. E surgiram inúmeras startups e organizações sem fins lucrativos para atender à demanda de treinamento. Nos últimos três anos, 260 milhões de pessoas participaram do treinamento gratuito da Hour of Code.

Aqui está um guia passo-a-passo que o levará de um novato em programação para um verdadeiro programador.

1. Compreenda o que é programar.

Programar é, simplesmente, uma maneira de dizer a uma máquina o que fazer.

Se estiver pronto para um mergulho profundo (e souber inglês), você pode ler este ensaio de 38.000 palavras respondendo à pergunta “O que é o código”.

“Programação” é o termo mais comum usado por sites educacionais, mas as coisas são um pouco mais complexas que isso. Primeiro, não há uma só maneira de programar – existem várias linguagens usadas ​​para programar diferentes tipos de projetos. Em segundo lugar, saber escrever um código com uma linguagem específica não faz de você um programador ou desenvolvedor.

Embora haja um certo debate sobre a definição do que é codificar, programar, desenvolver e outras atividades relacionadas, a maioria das pessoas concorda que, para além de codificar, você precisa entender lógica e algoritmos, conectar diferentes sistemas e linguagens, comunicando-se e colaborando com outras pessoas.

2. Compreenda como escrever códigos pode ajudá-lo.

Melhorar a alfabetização digital. Como as máquinas estão em toda parte, saber como conversar com elas é uma habilidade bastante útil. Você pode entender melhor as ferramentas digitais que você usa todos os dias e fazê-las funcionar melhor para você.

Cultivar habilidades. Aprender a codificar pode fomentar competências técnicas e pessoais que irão beneficiar sua carreira e sua vida. As habilidades técnicas ajudam você a fazer coisas legais: crie sites, aplicativos, jogos e programas. Ajudam você a analisar uma rede de dados. Permitem que você automatize tarefas complexas, ou ainda, como enfrentar muitos outros problemas. As habilidades pessoais ajudam você a pensar e a trabalhar melhor: elas o levam para modelar e integrar ideias, identificar e resolver problemas e trabalhar em uma comunidade colaborativa.

Expanda seus horizontes. Aprender a codificar expande suas opções da mesma forma que aprender a aprender a ler e escrever permite explorar e expressar um mundo de ideias. Mitch Resnick do MIT Media Lab que “Quando você aprende a ler, você lê para aprender. E com códigos, é a mesma coisa: Se você aprender a programar, você pode programar para aprender”.

Resolva problemas. Não aprenda a codificar apenas por codificar – aprenda porque você deseja usar a codificação como uma ferramenta para resolver problemas. “Antes de tentar programar, descubra um problema com o qual você esteja entusiasmado, algo que vai motivar você a aprender sobre uma linguagem e as ferramentas disponíveis”, aconselha o programador e vlogger Kevin Gisi. “E uma vez que tenha criado este algo realmente legal, você descobrirá que acidentalmente conseguiu muitas habilidades ao longo do caminho”.

3. Escolha seu caminho.

Antes de começar, lembre-se do conselho de Gisi – descubra o que você quer fazer com suas futuras habilidades de programação. Determinar isso é importante por dois motivos: primeiro, diferentes linguagens de programação são usadas para coisas diferentes, então você quer ter certeza de aprender a linguagem que melhor se adequa às suas metas. Em segundo lugar, ter um objetivo específico e significativo o motiva a continuar.

“Aprender a programar é como praticar escalas”, diz Gisi. “Isso vai fazer de você um grande músico, mas se você praticar por muitos anos sem compor uma música sequer, será frustrante. É muito mais fácil aprender algo quando você tem um motivo para isso”.

Sendo assim, que linguagem você deve aprender?

O subreddit “Learn Programming” (um subreddit é um fórum em um tópico específico – se você não estiver familiarizado com o Reddit, pode começar por aqui) oferece este guia para determinar qual linguagem aprender primeiro:

Quero aprender a Então, considere usar
Fazer aplicativos para iPhone Swift
Faça aplicativos para Android Java
Construir um site JavaScript, CSS, HTML5
Escrever aplicativos de desktop do Windows C#
Fazer jogos 2D Python ou JavaScript
Fazer jogos 3D C# ou C++
Programar Arduinos/microcontroladores/robôs C
Fazer computação científica/matemática ou analisar dados Julia, Python, R, ou Matlab
Automatizar e programar scripts Diversas linguagens (Python, Ruby, Bash, Powershell, AutoHotKey…)

Outros recursos para ajudá-lo a encontrar sua combinação de linguagem de programação:

4. Escolha seu curso.

Confira nossa lista completa de recursos para aprender a codificar e acesse uma lista organizada de sites altamente qualificados pelos usuários, recomendados por programadores experientes e associados a instituições bem conhecidas.

Todos os sites da lista oferecem cursos para pessoas sem qualquer experiência em programação. Cada lista detalha os tipos de cursos oferecidos, seu custo, o tempo necessário, o nível de experiência e um exemplo dos tópicos abordados. Embora muitos cursos sejam gratuitos, os cursos voltados para pessoas que procuram uma carreira em programação costumam ser pagos. Entre todas as opções, você certamente vai encontrar uma que seja adequada para você.

5. Tenha um sistema de suporte.

Codificar pode ser intimidante, mas você não está sozinho – a comunidade dos programadores valoriza a colaboração. Veja como você pode obter ajuda:

Encontre um colega. Mesmo que seu colega também seja um novato, vocês podem dividir a responsabilidade trabalhar com desafios juntos. Procure um colega nos subreddits Perunity ou em Programming Buddies. Você também pode encontrar colegas locais procurando no Meetup por grupos de interesse focados no que você está aprendendo. Girl Develop It tem capítulos que ajudam garotas a se juntarem para aprender e praticar programação.

Tenha um mentor. Mentores podem ajudá-lo quando você ficar parado, certificando-se de que você esteja no caminho certo. Encontre um nos subreddits CodeMentor ou Code.

Participe de fóruns. No Brasil, o maior fórum de programação é o iMasters, que possui diversos materiais, dúvidas, exemplos e outros sobre diversas linguagens de programação. Em inglês, o fórum de programação mais popular é o Stack Overflow, seguido pelo Reddit – o subreddit de programação geral é o Learn Programming, e há muitos outros subreddits específicos para uma determinada linguagem de programação ou uma área de interesse mais estrita.

Faça boas perguntas. Para obter ajuda (grátis!) com os códigos, você deve seguir um código de conduta não oficial para fazer perguntas. Se as pessoas sentirem que estão perdendo tempo com você, você não receberá nenhuma resposta ou receberá uma resposta atravessada. Considere estas dicas:

  • Antes de postar, procure no fórum para ver se sua pergunta já foi respondida.
  • Escreva um título e um post descritivos. O subreddit Learn Programming usa estes exemplos: MAU: “O que há de errado com isso?” BOM: “[C ++] Falha de segmentação enquanto se escreve para matriz em um enlace for”. (A linguagem de programação está listada entre colchetes, e descreve o que se tentou fazer e o problema.)
  • Demonstre que você se esforçou para enfrentar seu problema, e que você não espera que as pessoas façam o trabalho duro por você. Mencione quais métodos você tentou até agora para resolver seu problema.

6. Vá além do básico

É verdade que você pode rapidamente aprender os conceitos básicos da codificação. Mas assim como aprender inglês (ou qualquer outra língua ou linguagem) não fará de você um excelente romancista, aprender um código não o torna um ótimo programador. Isso requer muita prática.

Na verdade, Erik Trautman, fundador da Viking Code School, observou que, depois de “andar de mãozinhas dadas” com os cursos online para iniciantes, muitas pessoas caem do “penhasco da confusão” para o “deserto do desespero”, pois lutam para ir para níveis intermediários e avançados e aplicar o que aprenderam a problemas reais da vida.

A solução: continue praticando e tentando alcançar objetivos significativos. Confira um desses sites para encontrar ideias de projetos, desafiar-se e competir e colaborar com outros:

Com a prática, logo você chegará à fase além do “deserto do desespero” – Trautman chama isso de “incrível crescimento”.


Holly Munson é escritora, editora e estrategista de conteúdo freelancer baseada na Filadélfia. Ela tem escrito sobre as tendências de negócios há sete anos e também já trabalhou em marketing, revistas e museus.